Agenda

Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Evento para mais de 200 participantes, marcou a reinauguração das novas instalações da entidade

 

Na manhã desta quarta-feira, foi realizada a celebração de 25 anos da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE), no qual foi marcada pela apresentação das novas instalações de infraestrutura e tecnológicas e reforma do auditório da entidade, renomeado de Maria José dos Santos Ferreira Gomes. Entre os presentes, estiveram os secretários adjuntos da SESA, Marcos Gadelha e Izabel Christina, o Deputado Estadual Carlos Felipe, além dos representantes do COSEMS/CE, o presidente, Josete Tavares e a secretária executiva, Cacau Queiroz.

De acordo com o superintendente da ESP-CE, Salustiano Pessoa, durante o primeiro quarto de século vivido pela ESP-CE a proposta sempre foi buscar qualificação profissional para aqueles que atuam no Sistema Único de Saúde e hoje, além disso, busca incluir a população através de uma política preventiva. “Hoje, educar o cidadão para que ele saiba cuidar de si próprio, cuidar do seu semelhante e da sua comunidade é algo fundamental. Se você for trabalhar apenas com medicina curativa, ou seja, com a ponta, você terá um custo que talvez nenhum país do mundo consiga bancar. Então, o grande desafio da escola para os anos que se seguem é exatamente esse, aprimorar sua capacidade de educar o cidadão”, completou.

Na solenidade um vídeo mostrou uma retrospectiva do ano de fundação aos dias atuais, no qual foram apresentados todos os processos de mudança e capacitação dos alunos. A ESP-CE também prestou homenagens a vários parceiros atuantes na história de lutas e conquistas da entidade.  O COSEMS/CE foi um dos homenageados durante a cerimônia com o Selo ESP 25 Anos e esteve representado por Cacau Queiroz, no recebimento da comenda.

O evento ainda contou com a assinatura de um termo de cooperação entre a ESP/CE e a Prefeitura Municipal do Crato, representada pelo vice-prefeito, André Barreto, na qual formaliza a abertura de cursos e capacitações nas modalidades de Educação Profissional para nível médio e superior na área da saúde.

Outros homenageados

 “Falar desta Escola, é falar da vida do SUS e da vida de tantos trabalhadores profissionais da saúde. Eu personifico esta Escola na pessoa que será imortal, Anamaria Cavalcante.” – Izabel Christina, secretária adjunta da Secretaria de Saúde do Estado.

“A Escola de Saúde Pública era uma coisa nova, muito ambiciosa para época. A Escola era um cheque em branco para o SUS. Muita gente não acreditava no SUS, mas a Escola disse que iria formar funcionários e infraestrutura de recursos humanos e a nossa estratégia foi enraizar a Escola na sociedade” Frederico Augusto, primeiro superintendente da ESP/CE (1993).

“Neste momento eu gostaria de fazer um pedido especial. Vinte e cinco anos que a Escola completa mostra que ela existe mesmo, por isso, é importante que ela tenha um quadro próprio. Esse é um presente importante que possa ser dado pela nossa Assembleia Legislativa e Governo do Estado. ” – Carlile Lavor, Diretor da FIOCRUZ/CE.

Foto: Ascom ESP/CE
--

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Aconteceu na tarde da última quinta-feira (28), a 6ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) de 2018. O COSEMS/CE esteve representado pela vice-presidente, Sayonara Moura e o diretor financeiro, Ângelo Nóbrega na plenária que finalizou com três pactuações acordadas entre Ministério da Saúde, Conass e Conasems.

O início do encontro se deu com a leitura de uma nota assinada em conjunto pelo Conasems e Confederação Nacional de Municípios contra a apreciação no Congresso Nacional da Medida Provisória nº 827, de 19 de abril de 2018, que altera a Lei nº 11.350/2006, quanto aos direitos dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combates às Endemias.

Veja cobertura completa no site do Conasems
Foto: Mariana Costa/Conasems

--

 

 

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Será realizado nos dias 13, 14 e 15 de junho de 2018, na cidade de Fortaleza, no Centro de Eventos do Ceará, o 1º Encontro Nordeste de Saúde da Família: em Defesa do SUS e da Estratégia Saúde da Família (ENESF 2018).

Os três dias de atividade serão marcados por um conjunto de eventos cujo principal objetivo será produzir a troca de experiências e a produção de diálogos entre os atores dos serviços de saúde, as instituições de ensino técnico e superior, membros dos Conselhos de Saúde (Nacional, Estadual e Municipais) sobre o atual estágio do desenvolvimento, das experiências, dos resultados positivos e dos desafios postos para Estratégia Saúde da Família e para o SUS no Brasil.

Essa iniciativa, espera agregar todos os profissionais da ESF, incluindo Agentes Comunitários de Saúde, técnicos de enfermagem e saúde bucal, residentes e preceptores das Residências em Saúde, profissionais dos Núcleos de Atenção à Saúde da Família (NASFs), de outras redes de atenção do SUS, profissionais de outros setores das políticas públicas, e demais organizações que tenham interface com a ESF, gestores, professores e pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa.

O evento é organizado pelo Governo do Estado do Ceará, por intermédio da Secretaria da Saúde, Ministério da Saúde, através da Fundação Oswaldo Cruz e do Conselho Estadual de Saúde do Ceará em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, além da Escola de Saúde Pública do Ceará, Universidade Federal do Ceará, Universidade Estadual do Ceará, Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Saboia, Centro Universitário Christus e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

Saiba Mais

--

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Criado em 2013 pelo governo brasileiro para ampliar a atenção primária em saúde e suprir a carência de médicos nos estados brasileiros, o Programa Mais Médicos (PMM) continua a dar um importante suporte aos municípios cearenses.

Neste mês, mais 15 municípios tiveram reposição de médicos cooperados: Ararendá, Barroquinha, Cedro, Chorozinho, Granja, Guaraciaba do Norte, Itarema, Jucás, Limoeiro do Norte, Morada nova, Novo Oriente, Palmácia, Sobral, Solonópole e Ubajara.

De acordo com a referência descentralizada do PMM no Ceará, Carmem Osterno, o estado tem atualmente 1.386 médicos do programa, sendo 178 municípios contemplados. No entanto, ela afirma que não há previsão do Edital para reposição de médicos brasileiros (CRM BRASIL e Intercambistas), assim como para os casos de fim de missão, saídas voluntárias para residência, abandonos e desligamentos. Para mais esclarecimentos entrar em contato através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone 3488-21-37, falar com Vanda.

Importante lembrar que:

1- Vaga de Cooperado só é reposta por Cooperados;

2- Vaga CRM BRASIL só CRM Brasil;

3- Intercambistas: podem substituir CRM Brasil e Intercambistas


Saiba Mais

Conheça a Plataforma de Conhecimentos do Programa Mais Médicos resultado de uma parceria estratégica entre a OPAS/OMS Brasil e a Rede de Pesquisa em Atenção Primária à Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

--

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Com o objetivo de debater e elaborar estratégias de gestão e sustentabilidade para um novo modelo de assistência farmacêutica no estado, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) realizará, nesta quinta-feira, 7, a Oficina de Construção da Política Estadual de Assistência Farmacêutica do Ceará. A oficina será em parceria com o Laboratório Interdisciplinar de Saúde Coletiva, Farmácia Social e Saúde Mental Infantojuvenil (Lisfarme), da Universidade Federal do Ceará (UFC), e ocorrerá de 8 às 17 horas, no auditório do Bloco Didático do Curso de Farmácia da UFC.

Estarão presentes a secretária-adjunta da Saúde do Ceará, Isabel Cavalcanti, e representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Conselho Estadual de Saúde do Ceará (Cesau), Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Ceará (Cosems-CE). A oficina terá a participação de profissionais e gestores da assistência farmacêutica da rede pública do Estado e municípios.

De acordo com a coordenadora da Assistência Farmacêutica da Sesa, Fernanda Cabral, identificou-se a necessidade de refletir sobre as novas e futuras demandas que têm se apresentado no Estado, tanto por fatores demográficos e epidemiológicos quanto pela ampliação da cobertura dos serviços, como também pelo novo modelo de financiamento das ações e serviços de saúde do país e de organização do sistema de Redes de Atenção à Saúde (RAS), coordenadas e orientadas pela Atenção Primária à Saúde. “A Assistência Farmacêutica tem caráter sistêmico, multidisciplinar e interdisciplinar, e deve estar integrada as políticas públicas da saúde e ser contemplada nos instrumentos de planejamento estaduais da saúde atualmente vigentes”, ressalta.

Para Fernanda, deve-se ainda refletir e planejar uma Política de Assistência Farmacêutica a partir do entendimento da história, particularidades e vocações do estado. “Temos como exemplos a compra centralizada de medicamentos, o Elenco Secundário da Assistência Farmacêutica (complementar), os programas e projetos de fitoterapia, como o Farmácia Viva, bem como a instalação da unidade da Fundação Oswaldo Cruz no Ceará”, diz.

Assistência Farmacêutica

Conforme a Política Nacional de Medicamentos (PNM), a Assistência Farmacêutica é um grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade. Envolve o abastecimento de medicamentos em todas e em cada uma de suas etapas constitutivas, a conservação e o controle de qualidade, a segurança e a eficácia terapêutica dos medicamentos, o acompanhamento e a avaliação da utilização, a obtenção e a difusão de informação sobre medicamentos e a educação permanente dos profissionais de saúde, do paciente e da comunidade para assegurar o uso racional de medicamentos. “A PNM estabelece as responsabilidades para cada uma das três esferas de gestão. Com relação à esfera estadual, cabe em caráter suplementar formular, executar, acompanhar e avaliar a política de insumos e equipamentos para a saúde”, explica Fernanda Cabral.

Via Assessoria de Comunicação da Sesa

--

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Facebook

Flickr

ENESF 2018

Carregando script e Flickr images

Youtube

Sustentação