O Programa tem o propósito de trazer mais celeridade no atendimento e reduzir as filas de cirurgias eletivas

 

O Governo do Ceará lançou na manhã de ontem (05), no Palácio da Abolição, o Programa Plantão Saúde Cirurgia, com o propósito de reduzir a fila de espera e trazer mais celeridade à realização das cirurgias eletivas em todo o Estado. O COSEMS/CE participou da solenidade, representado pelo presidente Josete Tavares. Além deste, o evento contou com a presença da vice-prefeita Izolda Cela, Nilson Diniz, vice-prefeito da Aprece, prefeitos e secretários de saúde de diversos municípios do Ceará, vereadores de Fortaleza, deputados estaduais e federais, representantes de entidades de classe, técnicos municipais e Aramicy Pinto, presidente da Associação dos Hospitais do Estado do Ceará.

Com o lançamento do Programa Plantão Saúde Cirurgia foi aberto o edital de chamamento público para empresas ou entidades filantrópicas da iniciativa privada que tenham interesse em se credenciar junto à Secretaria da Saúde do Estado para realização de cirurgias eletivas (que exigem procedimentos de alta ou média complexidade). Ao todo, serão destinados R$ 55,5 milhões para execução desses procedimentos. De acordo com o governador Camilo Santana, “os recursos destinados ao programa já estão garantidos, numa conta específica, e vão custear as cirurgias no preço de mercado, de acordo com o estabelecido pelos hospitais, para atender o mais rápido possível os pacientes”. A realização das cirurgias deve ser iniciada ainda este mês.

Clique aqui para acessar a galeria de fotos no flickr

Apesar do crescimento dos números, o Ceará tem uma grande demanda de realização de cirurgias especializadas. “Fizemos cerca 65000 cirurgias na Rede Pública em 2017, o que representa 12% a mais nos números de 2016. No entanto, ainda não resolvemos o problema e optamos por fazer o Plantão Saúde Cirurgia. A expectativa é que as pessoas não fiquem muito tempo esperando para realização do procedimento”, exemplifica o Governador.

A fila de espera em oito especialidades mais procuradas é de 12.466 pacientes registrados na Central de Regulação do Estado, até novembro de 2017. Inicialmente, serão realizados 8.656 diferentes procedimentos cirúrgicos eletivos de média e alta complexidade em especialidades como urologia, otorrinolaringologia, neurologia e ortopedia. O secretário da saúde do Ceará, Henrique Javi, ressalta que “com o aporte de recursos suficientes para o programa, será possível acrescer 20% o número de cirurgias realizadas”. 

Representando os municípios cearenses, Nilson Diniz, vice-prefeito da Aprece, destacou o programa novo ânimo aos gestores e população. “Os municípios investem bastante na saúde e o Governo Federal, cada vez mais, diminuindo os repasses. Essa iniciativa é um alento aos nossos pacientes, principalmente na área de traumatologia, que representam grande demanda diante da epidemia de acidentes que assola os municípios”, complementou. Em sua fala, Camilo Santana também destacou o gasto dos municípios cearenses com a saúde, que tem média de 27% da receita corrente líquida, o que se deve em grande parte à redução dos investimentos do Governo Federal na área.

Credenciamento

Para fazer parte do programa, as empresas e entidades interessadas no cadastro precisarão apresentar documentação e pedido de inscrição para prestação de serviços especializados na área da saúde aos usuários da rede pública. O credenciamento tem vigência de 12 meses, e será feito de acordo com as necessidades da Sesa para viabilizar o acesso dos pacientes cearenses aos atendimentos cirúrgicos e exames. Todos os contratados garantirão o atendimento antes, durante e depois das cirurgias dos pacientes, realizando exames e consultas médicas quando necessários. A comprovação do atendimento será por meio de registro nos Sistemas do Ministério da Saúde.

--

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.