Cosems acompanhou o lançamento do programa que inclui a garantia de parto humanizado e melhor assistência no pré-natal e ao recém-nascido

 

Na manhã da última segunda-feira (26), aconteceu no Palácio da Abolição, o lançamento do Programa Nascer no Ceará, uma parceria entre Governo do Estado, SESA e a Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia (SOCEGO). Estiveram presentes a vice-governadora, Izolda Cela; a primeira-dama, Onélia Santana; o secretário de saúde do Estado, Henrique Javi, além de outros secretários municipais de saúde, lideranças municipais e gestantes. O COSEMS/CE foi representado pela secretária executiva, Cacau Queiroz.

O objetivo do Programa é garantir o atendimento durante o pré-natal das gestantes identificadas como de alto risco, assim como parto seguro e humanizado e assistência ao recém-nascido, além da implantação do planejamento reprodutivo para mulheres com gestação de alto risco nos municípios.

“O estado, ao longo dos anos, tem conseguido diminuir sensivelmente a mortalidade materna e infantil. Entretanto, a mortalidade neonatal ainda está estabilizada em um patamar que nós não conseguimos reduzir, então, com o estudo do comitê de mortalidade materna e infantil do estado, a gente concluiu que esses óbitos eram na maioria evitáveis, sobretudo, se nós, conseguíssemos qualificar a atenção ao pré-natal, ao parto e ao nascimento. Então, esse Programa vem para que a gente possa qualificar os profissionais da atenção primária, secundária e das maternidades”, afirmou Silvana Napoleão, Coordenadora do Programa Nascer no Ceará.

Na solenidade, foi manifestado o papel fundamental dos municípios no Programa. “Os municípios têm um papel muito importante nessa história. O desenho é feito [pelo Governo do Estado], a lógica, os protocolos, mas, chegar ao desafio de estratificar gravidades e riscos, criar uma ‘rede’, para cercar aquelas mulheres que precisam, quem chega mais perto é a rede municipal”, exclamou Izolda Cela, vice-governadora do Estado.

A capacitação dos profissionais de saúde será realizada em parceria com a Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia (SOCEGO), através de oficinas e treinamentos presenciais em todas as cinco macrorregiões do Estado, buscando qualificar a assistência na linha de cuidado materno-infantil por meio da implementação de protocolos, qualificação de profissionais e definição de fluxos assistenciais.

Por fim, foi lançado também o aplicativo Nascer CE, uma plataforma para acompanhar e orientar gestantes acerca de cuidados necessários durante sua gravidez, “O aplicativo vai monitorar essas gestantes de alto risco, fazendo com que o Governo do Estado tenha todo o controle do atual quadro dessas futuras mães, junto com os municípios”, finalizou Onélia Santana, primeira-dama do Estado.

A plataforma já está disponível para download no Google Play, para Android e, em breve, estará também disponível para IOS.

--

Assessoria de Comunicação do COSEMS/CE
Amanda Macêdo / Fernando Cruz / Karlla Gadelha / Mário Cabral
Telefone: (85) 3101.5444
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.